Centros de Distribuição

novembro 5, 2010 § 3 Comentários


Os Centros de Distribuição (CDs) tornaram-se elementos fundamentais na logística de distribuição. Os mais comuns são os CDs rodoviários, justamente pelo fato deste meio ser capaz de ligar todos os demais meios.

Sua estrutura peculiar, a mais comum é a forma retangular  tendendo para a proporção 3×2 (mais comprido do que largo) , com pé direito elevado (“teto” alto) e grande quantidade de docas de atracação, visa atender o elevado números de operações que nele se executa, as mais conhecidas são o “break bulk” e o “cross docking”. 

São operações muito semelhantes, a primeira, o “break bulk” consiste em consolidar embarques na doca do fabricante(1) e entregar no CD, que na sequencia faz o fracionamento (remessas menores – “quebra” o embarque em vários pequenos lotes) para a distribuição nos clientes do fabricante. Já a segunda operação, o “cross docking”,  envolve mais de um fabricante, o que muda a magnitude e a complexidade da operação.

Desta maneira a mercadoria fica muito pouco tempo parada no CD, muitas vezes ela sai fracionada no mesmo dia, em questão de horas, isto faz do CD um interessante elemento na cadeia logística que aumenta o giro dos estoques, mantendo o montante dos estoques estáticos (parados no armazém) bem baixo.

Para a fixação dos conhecimentos e avanços no aprendizado os alunos do 4o semestre matutino do curso de Gestão Empresarial foram estimulados para desenvolverem material didático detalhado sobre um CD e a execução de uma maquete, cujas etapas de construção estão explicadas nas fotos seguintes.

Além de um CD os alunos desejaram que este fosse alfandegado, por isso junto com os conceitos e funções de um CD agregaram informações sobre os processos aduaneiros, o que permitiu ao professor explorar com os alunos o tema de Porto Seco.

Eles levaram de Agosto até Novembro para concluir o trabalho que envolveu: parte escrita, apresentação em slides e maquetes, em uma turma composta por aproximadamente 20 alunos.

Para estas execuções foram utilizadas as aulas de reposição dos feriados e como remuneração à vinculação dos resultados à nota (por desempenho).

O projeto ainda conta com uma segunda etapa que ocorrerá em dezembro e que serão três apresentações que eles farão para alunos da pós-graduação.

Os resultados superaram as expectativas do professor, ao final foi possível perceber:

– avanço no aprendizado

– motivação

– interesse maior na área

Para o professor este ambiente rico e motivado é muito animador.

Parabéns alunos, belo trabalho.

Professor Reinaldo

Notas

(1) Não precisa ser necessariamente um fabricante, pode ser qualquer empresa, como uma comercial importadora ou exportadora por exemplo.

Marcado:, ,

§ 3 Respostas para Centros de Distribuição

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Centros de Distribuição no Blog do Laboratório de Logística da Fatec Indaiatuba - Dr. Archimedes Lammoglia.

Meta

%d blogueiros gostam disto: